Buscar
  • Secretaria Executiva

Aracaju: Leilão de bens inservíveis rende mais de R$100 mil

Diferente das edições anteriores, o leilão realizado na manhã desta sexta-feira, 18, aconteceu de forma totalmente online, e teve a participação de compradores de quatro estados do Nordeste. Ao todo, 25 lotes, contendo mobílias, materiais hospitalares e veículos recuperáveis, foram arrematados, gerando ao tesouro municipal um montante de R$112.800,00, o maior valor arrecadado em leilões desde o início da gestão.


Organizado pela Secretaria Municipal do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplog), o certame teve por objetivo a venda de bens móveis e veículos usados, de propriedade da Prefeitura de Aracaju, que já não serviam para o Executivo, mas úteis para reciclagem e comercialização. "Esta é mais uma das ferramentas que nós temos para angariar recursos que serão transformados em investimentos em tecnologia, no sentido de melhorar ainda mais os serviços oferecidos aos cidadãos", pontuou o gestor da pasta, Augusto Fábio Oliveira.


O leiloeiro público oficial, Carlos Vinícius Mascarenhas, revelou que o leilão da Prefeitura de Aracaju é sempre bem aguardado pelos comerciantes, dada a qualidade dos bens que são ofertados. "Isso demonstra que os arrematantes continuam acreditando e apostando no retorno que os lotes proporcionam e, consequentemente, nos valores que eles atingirão depois", disse.


O último leilão de 2020 foi realizado 100% de forma virtual e, de acordo com Carlos Vinícius, que é representante da RJ Leilões, empresa responsável pela execução do processo de vendas, o modelo teve bons resultados. "Esta é uma modalidade que veio para ficar, seja pela comodidade, segurança e pela sua credibilidade. A tendência é que as próximas edições também sejam realizadas dessa forma, haja vista os excelentes resultados até aqui apresentados, a exemplo deste, da Prefeitura de Aracaju", enfatizou.


Por sua vez, o presidente da Comissão de Trabalho responsável pelo leilão, Evandro Lessa Santos, enfatizou que os lotes foram arrematados com valores muito acima dos apresentados para os lances mínimos de arrematação. "Todas as nossas expectativas foram superadas, pois batemos o nosso recorde, que, até então, era de R$100.600,00", comemorou, revelando que a Seplog já projeta a realização do próximo certame, que deverá acontecer em março de 2021.


Outras edições

Este foi o sexto leilão de bens inservíveis que a administração municipal realiza desde 2017. Somados os valores, a Prefeitura de Aracaju já obteve um montante superior a R$500 mil, destinado à aquisição de equipamentos tecnológicos para utilização da administração municipal. Fonte: Site da Prefeitura de Aracaju

4 visualizações0 comentário
© Desenvolvido por FONAC | Todos os Direitos Reservados
Nº de Acessos: